MEC lança 2ª edição do Concurso Melhores Receitas • RRCAC Contabilidade Pública

MEC lança 2ª edição do Concurso Melhores Receitas

receitas merenda escolarO Ministério da Educação lançou nesta terça-feira (11) o segundo concurso anual de melhores receitas entre as merendeiras de escolas de todo o País. A data marca os 62 anos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Segundo o ministro Mendonça Filho, o governo federal tem priorizado iniciativas que contribuem para um ensino público de melhor qualidade no País. Uma delas foi a decisão, neste ano, de aumentar em 20% os valores dos repasses da União para a merenda escolar aos estados e municípios, após anos de defasagem.

“Retomando esse reajuste, mostramos claramente a nossa postura de prestigiar e reconhecer algo que vem dando certo e que contribui de forma efetiva para a educação”.



Graças ao Pnae, são servidas 50 milhões de refeições por dia para 41 milhões de estudantes. O trabalho conta com a atuação de 6 mil nutricionistas. Para 2017, estão sendo investidos recursos de R$ 4 bilhões.

Silvio Pinheiro, presidente do FNDE, responsável pela distribuição dos recursos do Pnae, salientou que o programa tem ultrapassado fronteiras e, por isso, também vem chamando a atenção de outros países, muitos na América Latina, como Costa Rica e México.

“O Brasil, hoje, está ‘bem na foto’”, destacou. “Por meio de uma pesquisa feita recentemente, a FAO anunciou que saiu do mapa da fome. Menos de 5% da população brasileira se enquadrava na faixa de insegurança alimentar. Um dos fatores para esse resultado é a alimentação escolar, referência internacional", afirmou o assistente da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), Gustavo Chianca.

Já Daniel Balaban, diretor do Centro de Excelência contra a Fome da ONU, enumerou reflexos positivos do programa: redução do abandono escolar, melhoria do aprendizado e desenvolvimento econômico local.

Cerca de 30% dos produtos comprados são da agricultura familiar. Segundo Balaban, em algumas nações de origem muçulmana, o programa tem contribuído também para a igualdade de gênero. “Aumentam as matrículas de meninas pelos pais, porque elas passam a ter o que comer fora de casa”, situou.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação

Caro gestor! 

Conheça nossa prestação de serviços na contabilidade do Fundo Municipal de Educação, seguindo todas as exigências do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, bem como as Prestações de Contas no Sigpc/Contas Online para os recursos do FNDE. Entre em contato conosco!

• Nossos Serviços •

Postagens Relacionadas
Comente esta postagem!
As opiniões expressas na área de comentários são exclusivamente de seus autores, e não necessariamente refletem a opinião do website “RRCAC” sobre o assunto.
Instagram @rrcac1
Instagram